PLANTÃO CHESP: 0800 62 2003

Trabalhar no presente garantindo o futuro! É pensando
assim que a CHESP investe há mais de 60 anos no
desenvolvimento do Vale do São Patrício.

PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA – PEE CICLO 2008/2009

Apresentação

O Programa Eficiência Energética ciclo 2008/2009 objetivou a substituição de aparelhos ultrapassados por constituírem cargas ineficientes que contribuem para o desperdício de energia, tais quais refrigeradores velhos e lâmpadas incandescentes, de consumidores de baixa renda do município de Carmo do Rio Verde.

Espera-se aumentar a eficiência energética destes consumidores com a substituição de 5360 lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas (LFC) e de 130 refrigeradores classe F por refrigeradores classe A, certificados pelo selo Procel de qualidade.

Foi assinado com cada consumidor selecionado para o projeto um contrato que rege o acordo da substituição dos equipamentos. Tal contrato, entre outros detalhes, regulamenta que o consumidor deve possuir, no mínimo, quatro lâmpadas incandescentes de 60W e um refrigerador em más condições operacionais para serem substituídos de modo a retirar tais cargas ineficientes do sistema elétrico pertencente à empresa.

Foram selecionados prioritariamente os consumidores beneficiados pela tarifa social baixa renda comprovado conforme cadastro da CHESP e os que estavam em dia com as obrigações financeiras com a CHESP.

Abrangência

O projeto abrangeu 1340 consumidores situados no município de Carmo do Rio Verde, situado no interior de Goiás, na microrregião de Ceres. Carmo do Rio Verde possui, conforme estimativa do censo IBGE de 2007, 12.587 habitantes. Desta forma o projeto abrangeu, aproximadamente, 8,52% da população do município. No entanto, objetivou-se a parcela da população de baixa renda de forma que, dentro desta parcela da população, a porcentagem de abrangência do projeto é maior. Em número de consumidores, representa 11,38% do total de consumidores do sistema. Já em energia requerida Carmo do Rio Verde representa 9,60% da energia requerida total do sistema.

 

 

Imagens